Fernanda Lima recusa acordo com Eduardo Costa

Apresentadora do Amor & Sexo move processo por calúnia e difamação e outro por danos morais contra sertanejo.

Não foi desta vez que o processo que Fernanda Lima move contra o sertanejo Eduardo Costa foi abreviado: a apresentadora se recusa a fazer qualquer tipo de acordo com ele, e pede indenização da ordem de R$ 100 mil.

O processo corre na 24ª Vara Cível do Rio de Janeiro. A primeira audiência está marcada para 19 de dezembro, às 14h30.

A polêmica entre os dois começou Fernanda fez um discurso durante o “Amor & Sexo” que foi ao ar no dia 6 de novembro. Na ocasião, Lima disse no palco:

Chamam de louca a mulher. A mulher que desafia as regras e não se conforma. Chamam de louca a mulher cheia de erotismo, de vida e de tesão. Se levarmos a fama, vamos, sim, deitar na cama. Vamos sabotar as engrenagens desse sistema de opressão.

Injuriado com o discurso de Fernanda Lima, o cantor sertanejo não se conteve e logo promoveu um rebosteio de ignorância e agressividade nas redes sociais:

Mais de 60 milhões de brasileiros e brasileiras votaram no Bolsonaro e agora essa imbecil com esse discurso de esquerdista! Ela pode ter certeza de uma coisa, a mamata vai acabar, a corda sempre arrebenta pro lado mais fraco e o lado mais fraco hoje é o que ela está.

É interessante notar que foi o próprio réu quem fez associações entre opressão e Bolsonaro, demonstrando toda sua insegurança.

Eduardo Costa nunca escondeu ser apoiador de Bolsonaro, quando este era ainda candidato à presidência da república.


Avalie este conteúdo!
Avaliação média: 4.86
Total de Votos: 7
Fernanda Lima recusa acordo com Eduardo Costa